Bromélias em destaque


Os tamanhos são variados e as cores também, mas uma característica é comum para todas as bromélias: sua beleza ornamental sem comparação. Era uma das preferidas de Burle Marx – não por acaso, uma espécie foi batizada em sua homenagem, a Neoregelia burle-marxii. A planta é exclusividade das Américas, a única exceção ocorre na África. Dos mais de 3 mil tipos catalogados, metade é brasileira, por isso é considerada um dos ícones da identidade tropical.
Considerada um dos ícones da identidade cultural, a Bromélia, em geral, é bastante acessível
Sem medo das bromélias
Sua lista de qualidades é extensa. “Elas conferem contraste e um colorido único. Além disso, mesmo recém-plantadas, criam a sensação de jardim já estabelecido e não dependem das flores para estarem bonitas”, diz a paisagista Paula Bergamin.

Outra boa notícia é o preço. Apesar de terem alcançado o estrelato, as bromélias, em geral, são bem acessíveis. “É possível encontrar exemplares a partir de R$ 8. Porém, os valores variam de acordo com o tamanho e a disponibilidade, e podem ultrapassar R$ 250”, afirma a paisagista Letícia Lenz.

Para compor o jardim com gravatás, como também são conhecidas, nada melhor que outras plantas que remetem ao calor dos trópicos. “Devido às suas texturas, as mais usadas são helicônias, filodendros, agaves, estrelitzías e orquídeas”, recomenda.

Segundo Paula, eles ainda podem ser combinados com cactos e espada ou lança-de-São-Jorge. “Elas criam um belo efeito em volta de palmeiras ou junto às rochas existentes em alguns terrenos.”

Se faltar espaço para o jardim, é possível pendurá-la na parede, em uma placa de fibra de coco. Ou então, pode-se fixá-las diretamente em muros de pedra. “As fendas das rochas são o habitat de algumas espécies”, afirma Paula. Prefere outra forma de apresentação? Vasos, cachepôs, cestos e tachos também são ótimas opções para acomodar a planta.

Para complementar o jardim, aposte em seixos e outras pedras naturais, que estão disponíveis em uma infinidade de cores e tamanhos.

Postar um comentário

0 Comentários