Mostrando postagens com marcador verde em folha. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador verde em folha. Mostrar todas as postagens

15 de jul de 2018

Aprenda a manter o jardim no outono e inverno

Aprenda a manter o jardim no outono e inverno


Um dos principais cuidados que se deve ter é com a rega, já que o frio reduz a necessidade de água. As plantas devem ser hidratadas sempre pela manhã, isso em qualquer estação, mas, principalmente, nos meses mais frios. 

Aprenda a manter o jardim no outono e inverno
Boca-de-leão 
De acordo com Denise Kampmann, técnica em floricultura e jardinagem em Joinville, muitas espécies não florescem nesta época, porém, suas folhagens se mantêm verdes e bonitas se forem bem cuidadas. 

Mas engana-se quem acha que flores não suportam as temperaturas mais baixas. Há espécies resistentes, que florescem justamente nesta época e garantem um jardim colorido no outono e no inverno, como a boca-de-leão, o amor-perfeito, o beijo rajado e as azaleias. 


— A planta não vai absorver a água durante a noite e qualquer umidade em excesso que fique nas raízes pode causar pragas e doenças —, explica Denise. 
Outra dica importante é não podar plantas que vão florir no inverno ou início da primavera, pois sua floração pode ser prejudicada. 

Aprenda a manter o jardim no outono e inverno
Cravina
Quem quer ter um jardim bonito o ano inteiro deve mesclar flores. 
— O ideal é misturar plantas perenes – que podem viver mais de dois ciclos sazonais sem que as suas folhas caiam – e plantas da estação. Assim, o jardim fica sempre verde e com flores —, sugere. 

O que plantar: 

-Boca-de-leão 
-Cravina 
-Sálvia 
-Amor-perfeito 
-Begônia 
-Beijo-rajado 
-Beijo-americano 
-Beijo-americano-dobrado 
-Jacatirão-anão 
-Lavandas 
-Azaleia 
-Ipomeia (trepadeira) 
-Senna macranthera (aleluia) 
-Bauhinia (pata de vaca) 
-Frutíferas em geral 
-Roseiras 

2 de jul de 2018

Guarde suas garrafas plásticas – você precisará delas para seu jardim

Guarde suas garrafas plásticas – você precisará delas para seu jardim

Guarde suas garrafas plásticas – você precisará delas para seu jardimAmanda Shiffler

Como consumidores, várias pessoas estão constantemente à procura de formas de reduzir sua  "pegada" ambiental – reciclando, reutilizando, reaproveitando – em um esforço para ajudar mais o meio ambiente. Também há um tendência crescente de moradores que plantam seus jardins em casa para reduzir os impactos ambientais das substâncias químicas e para minimizar os resíduos químicos no produto. Dessa forma, faz sentido que as pessoas tenham criado ideias mirabolantes para reutilizar itens comuns em seus jardins.
Essas nove ideias maravilhosas reutilizam garrafas plásticas de uma forma criativa em seu jardim, evitando que elas sejam jogadas fora ou enviadas para reciclagem.
1. Mini estufa
Guarde suas garrafas plásticas – você precisará delas para seu jardim
2. 
Plantas sensíveis, especialmente mudas, se beneficiam quando são cultivadas dentro de garrafas plásticas limpas. Corte o fundo de uma garrafa limpa e coloque a metade superior dela sobre a planta, empurrando ela no solo. Essa mini estufa ajudará a proteger a planta do frio, da chuva e dos ventos.

2. Alimentador profundo
Guarde suas garrafas plásticas – você precisará delas para seu jardim

Você não precisa instalar um sistema de irrigação caro para regar suas plantas de forma automática. Abra/fure buracos nas laterais de uma garrafa plásticas grande e limpa, e enterre ela do lado de uma planta, deixando seu gargalo levemente para fora da superfície do solo. Preencha ela com água como necessário.
3. Regador
Guarde suas garrafas plásticas – você precisará delas para seu jardim
Não há a necessidade de se comprar um regador se você tem uma garrafa plástica dando sopa. Limpe ela e use uma pequena broca para abrir buracos na tampa. Encha a garrafa com água, rosqueie a tampa de volta e você terá um regador artesanal.

4. Aspersor
Guarde suas garrafas plásticas – você precisará delas para seu jardim
Abra ou perfure buracos nas laterais de uma garrafa plástica de dois litros vazia e limpa para criar um aspersor para jardim e quintal. Adicione uma extremidade fêmea para mangueira, um adaptador giratório fêmea e arruelas para mangueira para conectá-lo diretamente à sua mangueira de jardim.

5. Pegador de Fruta
Guarde suas garrafas plásticas – você precisará delas para seu jardim

Alcançar galhos mais altos de árvores frutíferas ficou incrivelmente mais fácil com essa ideia. Abra um buraco na lateral da parte inferior de uma garrafa de 2 litros e encaixe um cabo na boca da garrafa. Deslize a fruta para dentro do buraco, puxe para baixo e assista pêssegos, peras e maçãs caírem facilmente dentro da garrafa.

6. Armadilha para vespas

Algumas fontes, como o State-By-State Gardening, encorajam que jardineiros deixem que vespas voem livremente pelo jardim para afastar outras pragas e aumentar a polinização. Mas se você não quiser correr risco e acabar levando uma picada, você pode fazer facilmente uma armadilha para vespas artesanal com uma garrafa plástica, usando uma faca e um grampeador. As vespas entram para chegar à solução, mas não conseguem sair.
Guarde suas garrafas plásticas – você precisará delas para seu jardim

7. Pá plástica
Guarde suas garrafas plásticas – você precisará delas para seu jardim
A jardinagem pode ser simplificada com algo tão simples quanto uma pá de jardim. Use ela para cavar os buracos para plantio ou para distribuir fertilizante pelas plantas. Pegue uma garrafa grande de vinagres, de detergente ou outro tipo de garrafa plástica resistente e corte cuidadosamente o fundo/laterais para criar uma pá.

8. Encher vasos de plantas

Os vasos de plantas podem ficar bem pesados se pedras/pedregulhos forem colocados para aumentar a drenagem. Para manter o vaso mais leve, facilitando assim sua movimentação, preencha o fundo dos vasos com garrafas plásticas limpas e vazias (fechadas com tampas) e adicione a terra até a altura desejada. Gardening Know How recomenda o uso de garrafas marcadas com a classificação 1, 2, 4 ou 5 de segurança.
Guarde suas garrafas plásticas – você precisará delas para seu jardim


9. Vaso com garrafas penduradas
Guarde suas garrafas plásticas – você precisará delas para seu jardim
Crie um jardim suspenso eclético reutilizando garrafas plásticas como vasos de plantas. Remova o fundo com uma faca afiada. Decore com fitas, faça furos para pendurar e coloque sua planta favorita.

Fonte: http://diyeverywhere.com

19 de jun de 2018

Jardim estilo mediterrâneo

Jardim estilo mediterrâneo

Jardim estilo mediterrâneo

A cultura mediterrânea se espalhou pelo mundo contemporâneo através de livros e filmes. Desde as paisagens da Sicília em O poderoso chefão, passando pela mitologia grega e seus oceanos e olivais, até o incessante comércio que ocorre desde tempos imemoriáveis até o dia de hoje. Quem nunca se encantou com as paisagens da Toscana, a costa croata e essa atmosfera de pedra, sol, praia?

Para criar um pouco dessa ambientação em seu jardim é necessário pensar em diversos elementos, dos mais estruturais até os mais singelos. Uma parede de pedra certamente fará qualquer um entrar nessa atmosfera, mas mesmo um balde de metal com um lindo girassol pode ajudar. Algumas características dessa área marcam a arquitetura e decoração, como a grande quantidade de luz, e a escolha de materiais mais puros, e o pouco acabamento. Dessa forma, as cores que mais nos remetem ao universo mediterrâneo são o branco da cal, o marrom terracota e o azul. Assim como a madeira, a pedra e o metal com pouco acabamento.

Parte do mediterrâneo foi dominado por séculos a fio pelos mouros, dessa forma há uma herança cultural presente proveniente da cultura árabe. A disseminação de azulejos por exemplo, a presença de janelas pequenas, e dos muxarabis, que mais tarde foram reinterpretados no cobogó. 

O mar mediterrâneo une, a uma só vez, a parte sul da Europa, a África e a Ásia. É um dos mares mais importantes e mais navegados, aportando todo o imaginário da atraente mescla dessas três culturas. A proximidade tanto cultural quanto física, da Grécia e da Turquia por exemplo, nos remete a essa ideia. Dessa forma, uma maneira interessante para criar um jardim mediterrâneo é misturar com elegância elementos europeus, africanos e asiáticos. 

A pedra bruta do litoral, a parede branca com detalhes azuis da Grécia, os girassóis da Toscana, os balcões e arcos asiáticos, os azulejos da cultura árabe, aqui você pode encontrar diversas sugestões para te auxiliar na criação do seu jardim mediterrâneo!

Jardim estilo mediterrâneoO pilar, ou a coluna, são elementos arquitetônicos que existem para suportar uma carga vertical, passando-as para o solo. A arquitetura que mais aportou conhecimento e variedade ao uso de colunas e pilares foi a clássica, grega e romana, que deu as bases para a cultura mediterrânea. 

Desse modo, o uso de colunas e pilares estão na base desse tipo de arquitetura e construção. Na arquitetura clássica discriminaram diversas ordens, com suas colunas, como as dóricas, jônicas, etc… Com o tempo esse elemento construtivo foi se modificando, e tornando-se, via de regra, mais simples. As colunas que nos remetem ao jardim mediterrâneo contemporâneo, por exemplo, não tem sulcos ou desenhos, e são feitas de material mais bruto, como a madeira ou a pedra.
Jardim estilo mediterrâneoO termo mediterrâneo vem do latim mediterraneus, que significa entre as terras. Durante toda a história do homem, desde a antiguidade até a idade moderna, a localização especial desse mar tornou-o extremamente importante. A influência asiática na sociedade ocidental veio por muito tempo apenas por essa rota. Ao longo da história muitos povos asiáticos importantes trouxeram sua cultural através do mediterrâneo, como os: egípcios, cartaginenses, macedônios. Essa importante influência pode ser utilizada na decoração de diversos modos: com o uso de objetos de decoração típicos, como o olho egípcio; o uso de paredes brancas e paredes com poucas janelas; o uso de muxarabis, etc…

Desde as muralhas romanas, até as construções medievais, a pedra foi sempre escolhida como material. Isso por que simplesmente era o único material possível em termos de oferta e força. Através dos tempos as paredes e construções de pedra se imprimiram por todo o mediterrâneo, em diversas época e tipos de construção. Hoje em dia há muitas outras opções viáveis para a construção, como a madeira e o cimento, mas a construção em pedra ainda tem charme e nos remete imediatamente às cidades do mediterrâneo. 

Se você não tem as condições materiais para criar uma parede de pedra, você pode fazer um caminho de pedra. Se bem feito pode ser tão charmoso quanto a primeira opção!
Em cada zona climática há plantas que se desenvolvem de maneira natural, adaptadas a cada tipo de clima e solo.


Jardim estilo mediterrâneo
No entanto, as diversas espécimes botânicas típicas de cada nicho podem ser cultivadas em outros climas, desde que se tenha a devida atenção e cuidado com informações como necessidade de rega, sol, substratos, etc. Algumas espécimes mediterrâneas que podem ser cultivadas em um nicho atlântico, tropical ou temperado são: figueiras, girassóis, caqui, limoeiro, laranjeira, alguns tipos de palmeira, o hibisco, a jasmim, o Aloé vera, as margaridas, entre muitos outros.

A palavra azulejo vem do árabe e quer dizer pequena pedra polida. Há indícios da utilização de azulejos desde a longínqua antiguidade egípcia, mas esse elemento construtivo se popularizou no ocidente apenas na idade média, com a invasão moura na península ibérica. 

Uma vez que a iconografia era proibida no mundo árabe o azulejo era, e continua sendo, um elemento estético importante, construindo lindos desenhos com sua geometria colorida. Desse modo, o azulejo tornou-se um elemento base da cultura portuguesa, e portanto, do mediterrâneo. Há muitas maneiras de usar o azulejo, os que utilizam principalmente as cores branco e azul nos remetem a tradução portuguesa, enquanto o uso de cores e geometrias ao mundo árabe. 

Jardim estilo mediterrâneoO estonteante litoral grego tem algo de charmoso para além do mar e de uma das culturas mais antigas do mundo, as famosas casas brancas. Essas construções estão na base do imaginário sobre o universo grego, e quase todos quando vêem essa imagem pensam imediatamente no mediterrâneo. Devido às elevadas temperaturas que podem ser alcançadas no verão, essas casas são pintadas de branco com cal, e algumas tem detalhes em azul, remetendo à bandeira grega. Uma maneira interessante de trazer essa atmosfera grega para seu jardim é o uso de cal nas paredes, janelas pequenas e detalhes azuis. 

6 de jun de 2018

Sagu na decoração

Sagu na decoração

Sagu na decoração O gênero cyca tem mais de 50 variedades, de crescimento lento, as mais conhecidas e usadas são a Cycas revoluta e a Cycas circinalis; Nome científico: Cycas revoluta e nomes populares: Cica, Palmeira-sagu, SaguOriginária da  Ásia, Indonésia e Japão;
Pode chegar a  3 a 3.5 metros de altura;

Necessidade de Luz: meia-sombra, sol pleno;

Presente em  jardins contemporâneos e também tropicais, esta planta rústica nos lembra uma pequena palmeira, pois suas folhas são longas e rígidas. Deve ser cultivada a pleno sol ou meia-sombra. 

Sagu na decoração Sagu na decoração As regas devem ser regulares, a terra de jardim deve ser enriquecida com composto orgânico e areia, necessitam de solo fértil, com bom teor de matéria orgânica e úmido formando uma mistura leve e permeável capaz de drenar bem a água.

Nos jardins são usadas tanto como  planta isolada ou em grandes quantidades, e em vasos.
Sagu na decoração Pode ser cultivada em todo o país, inclusive em regiões litorâneas. Planta bem eclética e resistente pode ser colocada em varandas e sacadas, em belos vasos.



Plantio nos jardins

Para plantar uma cica no solo, deve-se abrir uma cova duas vezes maior que o torrão planta.
Para drenar a água, coloque areia no fundo misturando de leve com a terra.
Para maior fertilidade do solo, acrescentar aproximadamente 2 litros de adubo animal de curral curtido e composto orgânico, misturados com um pouco de areia.
Sagu na decoração

Cultivo em Vaso

Colocar no fundo do vaso pedrinhas e areia úmida, para garantir a drenagem de não apodrecer as raízes.
Por cima poderá ou não colocar um pedaço de manta geotêxtil.
Colocar uma mistura de adubo animal de curral bem curtido, composto orgânico e areia em partes iguais.

Plantar e completar com a mistura.
Não usar o adubo animal se a planta for ficar dentro de casa ou em varandas..
Usar o adubo granulado NPK formulação 10-10-10, cerca de 100 gramas por vaso, para ir adubando aos poucos a planta. 


Sagu na decoração


Sagu na decoração


Benefícios da cevada para saúde

Benefícios da cevada para saúde

Benefícios da cevada para saúde

Os Benefícios da Cevada Para Saúde são variados, pois a Cevada possui uma grande quantidade de nutrientes que são essenciais para saúde geral do corpo. Além disso, você sabia que a Cevada detém o título de “rei dos cereais”? Como um cereal miúdo, você pôde encontrar na água da Cevada uma cura para todas os problemas digestivos. Mas seu uso não se limita à digestão.

Na verdade, a Cevada pode ser usada para todos os seus problemas de beleza e saúde, incluindo acne, queda de cabelo, obesidade, câncer e anemia.

Benefícios da Cevada Para Saúde:

Benefícios da Cevada Para Manter a Elasticidade da Pele: A Cevada contém selênio, que preserva a elasticidade da pele e protege-o contra os danos dos radicais livres. O selênio melhora o funcionamento do seu coração, pâncreas e sistema imunológico. A deficiência deste mineral pode causar câncer de pele, cólon, próstata, fígado, estômago e mama.

Benefícios da Cevada 
Para Melhorar o Tom da Pele: Ao aumentar a elasticidade da pele, a Cevada facilita o aperto da pele, tornando sua pele mais flexível e bem tonificada, assim como proporcionando-lhe uma aparência mais jovem.

Benefícios da Cevada Contra o Envelhecimento: Os antioxidantes na Cevada ajudam a desacelerar os sinais de envelhecimento. A água de Cevada esvazia as toxinas do corpo, proporcionando-lhe uma textura de pele limpa e sem rugas.

Benefícios da Cevada Para Curar Lesões: Cevada é uma fonte rica de zinco, que acelera as propriedades curativas do corpo. A Cevada verde, quando tomada por via oral ou aplicada como uma pasta, pode curar lesões faciais dentro de 5 a 6 meses.

Benefícios da Cevada Para Restaurar a Cor do Cabelo: O consumo de grama de Cevada verde ajuda a restaurar a cor do seu cabelo. Além disso, a cevada contém o cobre mineral que está envolvido na formação de melanina, um pigmento que fornece cor ao seu cabelo.

Benefícios da Cevada Para o Crescimento do Cabelo: A Cevada é rica em micronutrientes, tiamina e niacina, que ajudam no crescimento do cabelo. Também contém Procyanidin B-3, que é um isolado de Cevada e identificado como um estimulante do crescimento do cabelo.



Benefícios da Cevada Para Combater a Queda de Cabelo: A anemia é uma das causas mais comuns de perda de cabelo. A Cevada contém os minerais de ferro e cobre, que melhoram a produção de glóbulos vermelhos, afastando a anemia e, consequentemente, estimulando o crescimento do cabelo.

Benefícios da Cevada Para Reduzir o Colesterol: A Cevada é rica em fibras solúveis e insolúveis. A fibra solúvel dissolve-se e liga-se com os ácidos gordos, diminuindo os níveis de colesterol, bem como a lipoproteína de baixa densidade (LDL), também conhecido como o mau colesterol.

A fibra insolúvel, por outro lado, produz o ácido propiónico, que ajuda a manter os níveis de colesterol no sangue baixos. Os baixos níveis de colesterol reduzem significativamente o risco de acidente vascular cerebral e ataques cardíacos.

Benefícios da Cevada Para a Perda de Peso: Consumir a Cevada faz com que se sinta mais completo por um longo período e, portanto, suprime o apetite. Além disso, a fibra na cevada facilita a remoção de gordura do corpo. Desta forma, a cevada pode ajudar na perda de peso.

Benefícios da Cevada Para Prevenir o Câncer: A Cevada contém fitonutrientes chamados lignanas. A lignana, chamada enterolactone, ajuda a prevenir o câncer de mama, bem como doenças coronárias. A fibra dietética fornece boas bactérias ao intestino grosso, que ajudam no bom funcionamento protegendo-o contra o câncer de cólon.
Benefícios da Cevada Para Controlar a Diabete: Comer Cevada é benéfico para pacientes diabéticos, uma vez que estabiliza os níveis de glicose no sangue. Isso ocorre porque a fibra beta-glucana encontrada neste grão tem a capacidade de retardar a absorção de carboidratos dos alimentos pelo corpo, levando a uma redução nos níveis de glicose e insulina.
Benefícios da Cevada Para a Anemia: A Cevada contém o cobre mineral que ajuda na formação de hemoglobina, necessária para a produção de glóbulos vermelhos. Desta forma, ajuda a diminuir a anemia.
Benefícios da Cevada Para a Digestão: O suco de Cevada é extremamente benéfico para o sistema digestivo. Ele ajuda na digestão, permitindo que os sucos digestivos trabalhem horas extras, reduzindo assim o sentimento de inchado no estômago. Ele ajuda a perder as calorias, impedindo o acúmulo de gordura e aumentando a taxa de metabolismo.

Benefícios da Cevada Para Prevenir os Cálculos Biliares: Sendo rica em fibra insolúvel, a Cevada ajuda na redução da secreção de ácidos biliares, aumentando assim a sensibilidade à insulina e reduzindo os níveis de triglicérides. Desta forma, a Cevada pode ajudar as mulheres a evitar os cálculos biliares de forma eficaz.

Benefícios da Cevada Para Aumentar a Imunidade: A Cevada contém duas vezes a quantidade de vitamina C do que as laranjas, que suporta o seu sistema imunológico, reduzindo as chances de resfriado e gripe. O ferro aumenta o volume de sangue, evitando anemia e fadiga. Facilita o funcionamento adequado dos rins e o desenvolvimento das células do corpo. O manganês permite que você se sinta bem e enérgico que, por sua vez, beneficia o sistema nervoso e o sistema imunológico.

Benefícios da Cevada Contra a Osteoporose: A Cevada contém fósforo e cobre, que são bons para a saúde dos ossos. O fósforo é eficaz na cura de doenças ósseas e dentárias. O suco de grama de Cevada tem onze vezes mais cálcio que o leite. O manganês é necessário para a produção óssea e também para o tratamento da deficiência de ferro. Desta forma, a Cevada pode ser um remédio natural para a osteoporose.

Benefícios da Cevada Para Prevenir a Aterosclerose: O espessamento das paredes das artérias devido à coagulação de materiais gordurosos, como o colesterol, é conhecido como aterosclerose. A niacina ou complexo vitamínico B contido neste grão reduz os níveis globais de colesterol e lipoproteína, diminuindo assim os fatores de risco cardiovascular. A Cevada é benéfica para mulheres pós-menopáusicas com pressão arterial elevada, colesterol elevado ou doenças cardiovasculares.

Benefícios da Cevada Para Proteger os Órgãos do Corpo: A Cevada protege os órgãos importantes do corpo, como o coração, o pâncreas e o fígado, mantendo doenças perigosas, como doenças cardíacas, cânceres de cólon e mama e problemas de próstata. O fósforo neste grão ajuda a manter os ossos e dentes saudáveis e auxilia o funcionamento dos rins e dos músculos do coração.

Benefícios da Cevada Para Desintoxicação: De acordo com estudos, a cevada possui propriedades antídoto devido a capacidade de impedir a propagação de veneno no corpo.

Benefícios da Cevada Para o Intestino: Também ajuda na manutenção de funções intestinais saudáveis devido ao seu rico teor de fibras. Isso ajuda na prevenção da constipação.

Benefícios da Cevada Propriedades Diuréticas: É um diurético poderoso e mantém o trato urinário saudável, impedindo infecção do trato urinário (UTI).
Benefícios da Cevada Para Refrigerar o Corpo: É a bebida perfeita do verão porque traz para baixo o calor do corpo. É por isso que é geralmente oferecida a pessoas com altas temperaturas.

Benefícios da Cevada Para a Gravidez: A água da Cevada tem benefícios específicos para as mulheres grávidas. Ele ajuda a aliviar os problemas comuns como náuseas e náuseas matinais, regula os níveis de açúcar no sangue, ajuda na prevenção da diabetes gestacional. Também evita o edema (tornozelo e pés inchados), melhorando a circulação e evitando a pressão arterial elevada.
5 alimentos que reduzem o colesterol

5 alimentos que reduzem o colesterol

5 alimentos que reduzem o colesterolProduzido pelo organismo e presente em diversos alimentos, o colesterol apresenta-se de duas formas: o HDL, conhecido como “colesterol bom” e o LDL, “colesterol ruim. 
Ambos são lipoproteínas que transportam as moléculas de colesterol. O HDL conduz o excesso de colesterol para fora das artérias, impedindo que ele se deposite e obstrua os vasos sanguíneos. Já o LDL, faz o caminho inverso, ou seja, transporta e deposita a substância nas paredes das artérias.
“Consumir alimentos que contenham fibras também auxilia no controle dos níveis de colesterol e na prevenção de doenças cardiovasculares”.
Confira os alimentos indicados :
Granola
Além de ser rica em carboidratos complexos proveniente de cereais integrais, a granola é fonte de fibras alimentares. A fibra denominada beta-glucana, presente nesse alimento, é uma forte aliada no controle dos níveis do chamado de "colesterol ruim" no sangue e pode ajudar a diminuir a glicemia de indivíduos diabéticos.
Verde em Folha
Cevada
Incluir a cevada na alimentação é uma maneira de manter a saúde do sistema cardiovascular em dia. “Isso porque as fibras diminuem a absorção de colesterol no intestino, o que compromete a formação de placas nas paredes das artérias. Dessa forma, a possibilidade de obstrução das artérias, infarto e outras complicações cardíacas cai consideravelmente”, pontua Cyntia.
Verde em Folha
Soja
Este alimento têm uma proteína chamada isoflavonas genisteína, que contribui para inibir a oxidação do colesterol LDL. Além disso, ele possui outras substâncias que contém ação antioxidante. “Entre as vantagens da carne de soja estão seu baixo teor de gordura, ausência de colesterol, alto teor de fibras e elevado conteúdo proteico”, comenta a nutricionista.
Verde em Folha
Ervilha
Assim como a soja, a ervilha é uma grande aliada nesse combate. A leguminosa contém substâncias que ajudam na redução do colesterol LDL, impedindo a formação das placas nas paredes das artérias e prevenindo doenças cardiovasculares.
Verde em Folha
Amendoim
Da mesma família da soja e da ervilha, o amendoim é uma verdadeira fonte de fibras. Rico em gorduras boas como o ômega-3, esse alimento ajuda a diminuir a inflamação no corpo, a proteger o coração contra doenças cardíacas e ainda auxilia no funcionamento regular do intestino.
Verde em Folha

20 de mai de 2018

Parentesco com o morango e outras surpresas reveladas pelo mapeamento genético das rosas

Parentesco com o morango e outras surpresas reveladas pelo mapeamento genético das rosas

Parentesco com o morango e outras surpresas reveladas pelo mapeamento genético das rosas

Helen Briggs

A história genética das rosas está cheia de surpresas
O sequenciamento do genoma humano - um dos feitos científicos mais importantes da história - foi concluído em 2003. Agora, os cientistas terminaram uma versão nova, revista e ampliada do "livro" genético de uma das espécies mais admiradas do mundo, as rosas.

A conclusão do trabalho foi anunciada por cientistas em 30 de abril.

A história genética das rosas está cheia de surpresas. Por exemplo: a flor é mais próxima dos morangos do que se achava anteriormente.

Como eram os vestidos de noiva de rainhas e princesas - e o que podem revelar sobre o de Meghan
No longo prazo, o sequenciamento genético pode levar à criação de rosas com novos aromas e cores, de acordo com o time de especialistas de vários países.

O novo genoma das rosas levou oito anos para ser concluído. Agora, sabemos exatamente quais genes estão envolvidos na produção do aroma, da cor e da longevidade das rosas, diz o pesquisador Mohammed Bendahmane, da École Normale Supérieure (ENS) de Lyon, na França, que liderou o trabalho.

Parentesco com o morango e outras surpresas reveladas pelo mapeamento genético das rosas"O que nós temos agora é um livro de história da rosa", disse ele à BBC. "Um livro que nos ajuda a entender a espécie, sua jornada ao longo da evolução e do processo de domesticação."


A rosa chinesa, cujo nome científico é Rosa Chinensis, é uma das espécies estudadas
O estudo envolveu uma equipe de mais 40 cientistas de França, Alemanha, China e Reino Unido e ajuda a entender a variação existente hoje em termos de cores e aromas.

A informação genética auxiliará os agricultores a desenvolver novas variedades que vivam por mais tempo em vasos ou sejam mais resistentes a pragas.

A pesquisa também lança luz sobre a família Rosaceae, que inclui frutas como maçãs, pêssegos e morangos.

"A rosa e o morango na verdade são espécies muito próximas", diz Bendahmane.

Guerra das rosas
O cultivo de rosas em jardins começou há milhares de anos, provavelmente na China. Durante o período romano, rosas eram amplamente cultivadas no Oriente Médio, onde eram usadas como ornamento e para a produção de perfume.

No século 15, a rosa se tornou o símbolo de uma guerra pelo trono inglês, na que ficou conhecida como "Guerra das Rosas" - a rosa branca era o símbolo da Casa de York, e a rosa vermelha representava a Casa de Lancaster.

O resultado da pesquisa foi publicado no periódico científico Nature Genetics (em inglês).

3 de mai de 2018

O outono chegou  hora da manutenção do jardim

O outono chegou hora da manutenção do jardim

O inverno está vindo hora da manutenção do jardimO outono está aí, e a palavra de ordem no jardim é uma só: manutenção. Depois de sofrer com os dias quentes de verão, as plantas precisam receber cuidados especiais para se renovar, enfrentar os dias mais frios que o inverno reserva e poder, novamente, florescer na primavera. 

É tempo de plantar novas mudas, fazer limpeza, podas de formação, controlar as ervas-daninhas, retirar as folhas velhas e corrigir o pH do solo. 



Sálvia



Muitas espécies não florescem nesta época, porém, suas folhagens se mantêm verdes e bonitas se forem bem cuidadas. 



Mas engana-se quem acha que flores não suportam as temperaturas mais baixas. Há espécies resistentes, que florescem justamente nesta época e garantem um jardim colorido no outono e no inverno, como a boca-de-leão, o amor-perfeito, o beijo rajado e as azaléias. 



Um dos principais cuidados que se deve ter é com a rega, já que o frio reduz a necessidade de água. As plantas devem ser hidratadas sempre pela manhã, isso em qualquer estação, mas, principalmente, nos meses mais frios. 



Beijo Americano



O inverno está vindo hora da manutenção do jardim

A planta não vai absorver a água durante a noite e qualquer umidade em excesso que fique nas raízes pode causar pragas e doenças. 


Outra dica importante é não podar plantas que vão florir no inverno ou início da primavera, pois sua floração pode ser prejudicada. 



Quem quer ter um jardim bonito o ano inteiro deve mesclar flores. 



Lavandas



O inverno está vindo hora da manutenção do jardimO ideal é misturar plantas perenes que podem viver mais de dois ciclos sazonais sem que as suas folhas caiam e plantas da estação. Assim, o jardim fica sempre verde e com flores. 



O que plantar: 



- Boca-de-leão 

- Cravina 
- Sálvia 
- Amor-perfeito 
- Begônia 
- Beijo-rajado 
- Beijo-americano 
- Beijo-americano-dobrado 
- Lavandas 
- Azaléia 
- Ipomeia 
- Aleluia 
- Pata-de-vaca 
- Frutíferas em geral 
- Roseiras 




Gilberto Matter, Engenheiro Florestal, Pós-graduação, com Especialização em Paisagismo, pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná Fonte:www.paisagismobrasil.com.br 
Como escolher suas plantas?

Como escolher suas plantas?

Como escolher suas plantas?Para plantar devemos levar em conta os fatores cor, tamanho, forma, estado fitossanitário, afinidade ao clima e equilíbrio. 
Cor- podemos combinar forrações e floríferas para obter efeitos variados. 

Tamanho das plantas- plantas de tamanhos diferentes oferecem em ângulo de visão um novo conjunto. 

Estado fitossanitário– observar a parte superior e inferior das folhas, colo da planta, para possíveis sinais de doença ou praga. 
Afinidade climatológica – devemos ter o cuidado de plantar as que combinam quanto à luminosidade, regas, temperatura e composição do solo para que não haja problema na manutenção. 

Equilíbrio – combinar plantas para que haja harmonia tanto vertical como horizontal, colocando plantas altas ao fundo e baixas na frente, sempre devemos ter em mente que a planta pode aumentar não só de altura mas também de volume. 

Alguns exemplos de plantas utilizadas no interior: 

Antúrio, Avenca, Begônias, Cactos, Clorofitos, Comigo-ninguém-pode, Espada de São Jorge, Musgo, Palmeiras, Peperômias, Scheflera e Violetas. 


12 de abr de 2018

Vida longa é com esses alimentos

Vida longa é com esses alimentos

www.verdeefolha.com
Atualmente, já é do conhecimento geral que o estilo de vida possui total relação com a expectativa e qualidade de vida. Fatores como hábitos alimentares, prática de atividades físicas, relações sociais, ambiente em que a pessoa vive, entre outros, são determinantes para a manutenção da saúde do indivíduo.

Em se tratando especificamente de alimentação, existem certos itens que são verdadeiros aliados da longevidade. Vale ressaltar que o consumo dos alimentos citados deve, impreterivelmente, estar acompanhado da prática de esportes.
Está curioso para saber quais são eles? Então, confira a relação elaborada por Cyntia Maureen, nutricionista e consultora da 'Superbom'.
Soja
Acrescentar soja à dieta diminui significativamente os níveis de colesterol e, consequentemente, o risco de desenvolver doenças cardiovasculares. "Isso se dá porque a soja é fonte de isoflavonas e isoflavonoides, substâncias que atuam como antioxidantes e auxiliam na redução da taxa do colesterol ruim (LDL) e na prevenção do surgimento das doenças cardiovasculares", explica a profissional.
Tomate
Além de fortalecer o sistema imunológico, o tomate é rico em licopeno. "A substância neutraliza os radicais livres, tem propriedades anticancerígenas, especialmente contra o câncer de próstata. O fato de o tomate ser rico em vitaminas A, C, B6, cálcio e fósforo, também contribui no combate do envelhecimento", afirma Cyntia, consultora da Superbom.
Uva
A fruta, que é fonte de vitaminas A, B6 e C, melhora a circulação sanguínea, protege o coração de doenças cardiovasculares, aumenta a imunidade do organismo e, por tais motivos, traz longevidade. “Os benefícios gerados por ela se dão muito por conta de uma substância que está presente na composição da mesma: o resveratrol, que é encontrado, principalmente, na casca e na semente da uva”, explica.
Além do resveratrol, a nutricionista revela que uva possui uma grande quantidade de arginina, um aminoácido que auxilia no controle da pressão arterial, pois dilata as artérias. “O sistema intestinal também se mantêm regulado por conta da glutamina, substância que também protege o corpo de várias doenças”.
Maçã
A maçã conta com uma quantidade considerável de minerais que ajudam no controle das taxas de colesterol no sangue. “É, portanto, uma aliada na prevenção de doenças cardiovasculares. Possui, ainda, uma propriedade adstringente excelente para evitar problemas do sistema nervoso. A maçã atua também no controle dos níveis de glicose no sangue, reduzindo o risco de diabetes”.
Espinafre
É fonte de ferro e de ácido fólico, essencial para prevenir anemia e alguns tipos de câncer. “Além disso, evita a sensação de fraqueza e desânimo, possui atuação contra doenças cardíacas, fortalece o sistema imunológico e reduz o risco de contração do Alzheimer”, conclui a nutricionista.
Siga-nos no Facebook  aqui