Articles by "afrodisíaco"
Mostrando postagens com marcador afrodisíaco. Mostrar todas as postagens
Um blog para quem gosta de verde, plantas e jardins
cha de limao e gengibre
É sabido que alguns alimentos são afrodisíacos. E como tal não será de estranhar que existam também chás afrodisíacos.

O termo “afrodisíaco” não é novo. Aliás, a referência à palavra “afrodisíaco” já é documentada há pelo menos 4 mil anos e há quem diga que tenha surgido na Grécia Antiga, numa alusão à Deusa Afrodite, Deusa grega do Amor, da Beleza e da Fecundidade, altura em que eram ingeridas as ditas “poções do amor”, que teriam como intuito aumentar o vigor e o prazer sexual.

E não, não era apenas “conversa fiada”.
Entre estas “poções” podem incluir-se os chás afrodisíacos, que tal como os alimentos e as comidas afrodisíacas, os chás afrodisíacos têm a capacidade de despertar os sentidos e potenciar o desejo sexual.

Isto porque as plantas que são usadas na preparação de chás e infusões ajudam a melhorar o fluxo sanguíneo, que estimulam a líbido.
Se ainda não conhece, nós damos-lhe alguns exemplos para que possa beneficiar dos efeitos destes chás e apimentar (ainda mais) a sua relação.


1. PAU DE CABINDA

Este é talvez o mais conhecido ou mais falado dos chás afrodisíacos. Esta infusão é considerada um dos afrodisíacos 100% naturais mais eficazes.
A raiz, proveniente da árvore que lhe dá o nome, já foi descoberta há mais de cem anos, pelos nativos de angola, algures nas florestas de Cabinda.

2. CHÁ DE CATUABA

A catuaba é uma erva de origem brasileira, que tem um aroma intenso e propriedades estimulantes, capazes de estimular o desejo sexual.

3. CHÁ DE CASCA DE MARAPUAMA

A Marapuama é outro dos chás conhecido pelas suas propriedades afrodisíacas. Trata-se de uma planta medicinal, oriunda da Amazónia, no Brasil.
Esta planta, cujo nome significa “madeira potente”, é rica em ácidos araquídicos, lignocérico, beénico, campesterol, óleos essenciais, alcaloides, éster e fito-esteróis, que promete fazer milagres pela líbido.

4. GENGIBRE

O gengibre é outro dos afrodisíacos bem conhecidos.
Pelas suas propriedades, o gengibre ajuda a estimular a circulação e, consequentemente, aumenta a sensibilidade nas zonas erógenas.

5. FIGOS

Saborosos, nutritivos e – isso mesmo – afrodisíacos. Os figos são frequentemente associados à fertilidade e, pelos vistos, o chá de figos tem propriedades afrodisíacas.

6. CHÁ DE DAMIANA

O chá de damiana tem vários benefícios para a saúde, mas não só.  Também atua como afrodisíaco.
No caso das senhoras estimula a lubrificação natural, por exemplo.
Um blog para quem gosta de verde, plantas e jardins
Canela aromática e com poderes afrodisíacosOs antigos judeus curavam febres e gota misturando a canela com vinho de tâmaras, mas foi na China e em outros países asiáticos que ela começou a ser usada como condimento e acabou se tornando uma planta medicinal.

Seu aroma nos remete ao exotismo mágico do Oriente, seu sabor picante atiça nosso paladar e sua cor nos lembra a sensualidade das peles bronzeadas pelo sol. É a canela, uma das mais conhecidas e utilizadas especiarias que, entre outras qualidades, tem poderes afrodisíacos.

 A canela (Cinnamomum zeylanicum) é uma especiaria antiga, de aroma agradável, estimulante dos sentidos e calmante para o nervos. Ela é retirada da casca de uma árvore encontrada no Sri Lanka e no sudoeste da Índia, e é disponível também em forma de óleo, extrato e pó seco, sendo utilizada em substâncias aromáticas, incensos, chás, licores, cremes dentais, perfumes e cosméticos. O licor é feito incorporando a casca macerada na bebida.

 De sabor forte, adstringente e picante, realça doces, sobremesas, e inúmeros pratos orientais. No ocidente é mais usada em doces, mas é comum saborear pratos salgados orientais temperados com canela. É vastamente usada em misturas como o curry, os garans indianos ou a mistura chinesa five spicy.

Uso medicinal

O óleo de canela é considerado pelos aromaterapeutas um óleo "quente" e muito aromático. Utilizado nas massagens, tonifica o corpo, é anti-séptico, anti-espasmódico, facilita a circulação sangüínea e é estimulante sexual.

Canela aromática e com poderes afrodisíacos Útil na fadiga e depressão, também é um tônico para os sistemas respiratório e digestivo, em forma de chá, especialmente nas tosses, resfriados, gripes, dores de estômago e diarréia. Utilizado em difusores, evita que o vírus da gripe se espalhe pelo ar. Como afrodisíaco, atua em casos de impotência.

O incenso de canela é usado como um purificador de ambientes, é um poderoso calmante e também sintoniza bons fluidos financeiros, sendo seu odor reputado como "chamariz" para atrair clientes a negócios.

Poder Afrodisíaco

A expressão "ganhar um amor pelo estômago" faz mais sentido quando os ingredientes de uma receita compõe uma refeição afrodisíaca. O estímulo sexual através dos alimentos é uma técnica de conquista amorosa milenar, que vem sendo transmitida de geração a geração pelo mundo todo. O termo afrodisíaco é derivado de Afrodite, nome da deusa da mitologia grega do amor carnal. Diz a mitologia, que Afrodite deu seu nome a todos os alimentos e medicamentos estimulantes do ato sexual.

Atualmente, a culinária afrodisíaca pode ser encontrada em livros, restaurantes especializados e até mesmo nas feiras livres, onde ela se difunde através do conhecimento popular.

 A canela é incluída nesta classificação por seus poderes estimulantes da sexualidade.
Um blog para quem gosta de verde, plantas e jardins

Veja os benefícios da Marapuama
Os Benefícios da Marapuama Para Saúde são muitos e eficazes. 

Além disso, a Marapuama possui ricas propriedades medicinais que favorecem e promovem a saúde do corpo humano. 

A Marapuama, de nome científico Ptychopetalum uncinatum A., é um arbusto comumente encontrado no norte do Brasil, e possui flores de cor branca com um perfume característico forte e penetrante.

Historicamente, todas as partes deste arbusto foram usadas de forma medicinal; contudo, as raízes e a casca são as partes mais consumidas. Há tempos que essa planta é utilizada na Amazônia por indígenas para inúmeros propósitos.
Nem todos os usos tradicionais populares da Marapuama são comprovadamente eficientes para o organismo. Isso não quer dizer que ela não funcione, mas que simplesmente não há comprovações empíricas de sua ação sobre o corpo.
A seguir, vamos conhecer para que serve a Marapuama, entendendo como essa planta tem sido utilizada e quais são seus benefícios.

Propriedades da Marapuama:

A planta Marapuama possui muitos ácidos em sua composição, como lignocerico, araquídico, behenico e campesterol, além de alcalóides, óleos essenciais, fitosteróis e éter.
As principais propriedades da planta Marapuama são antidisentéricas, antirreumáticas, relaxantes, tônicas, vermífugas e afrodisíacas. Então, confira agora os Benefícios da Marapuama Para Saúde

Benefícios da Marapuama Para Saúde:

1. Combate Inflamações:
Imagem relacionadaHá uma série de ações reconhecidamente eficientes da planta em relação ao organismo. Uma delas é o efeito anti-inflamatório e, especialmente, anti-alérgico da planta. Isso significa que a planta de fato possui propriedades medicinais relacionadas a inchaços e inflamações, sendo eficiente para os tratamentos gastro-intestinais tipicamente atribuídos a eles.

2. Benefícios da Marapuama Para Mulheres:

Não só pode aumentar a função sexual nos homens, a Marapuama é eficaz para tratar o baixo desejo sexual ou a frigidez nas mulheres.

De acordo com o estudo em 1990 que contou com 202 mulheres frígidas saudáveis foi constatado que após um mês consumindo suplemento de Marapuama, 65% dessas mulheres experimentam o aumento da libido ou desejo sexual e satisfação. É um remédio herbal usados hoje em dia para aumentar o orgasmo e as fantasias nas mulheres.

3. Aumenta a Fertilidade:

A Marapuama não só pode ser usada para tratar a fraqueza sexual, mas também a infertilidade. A infertilidade nos homens é um problema quando o homem não pode ejacular ou tem baixo nível de testosterona (um hormônio que promove a produção e liberação de esperma). A Marapuama contém esterol vegetal, que pode melhorar o nível de testosterona e atua como o bloco de construção de testosterona.

4. Combate a Neurastenia:

A neurastenia é um distúrbio nervoso que ocorre no cérebro e possui vários sintomas como dor de cabeça, fadiga, falta de motivação e sentimentos de inadequação. Segundo o estudo, a Marapuama pode melhorar a função cerebral e aliviar a neurastenia.

5. Benefícios da Marapuama Contra a Artrite:

A artrite reumatoide é um dos sintomas da doença autoimune. É um problema em que o sistema imunológico não funciona de forma normal no corpo.
As células do sistema imunológico irão consumir ou atacar as células saudáveis presente no corpo do paciente. Isso resulta nos sintomas da artrite reumatoide, como dor nas articulações. Consumir Marapuama regularmente pode reduzir a causa da dor pela artrite reumatoide.

6. Combate o Mal de Alzheimer:

A Marapuama podem manter o nível e melhorar a quantidade de acetilcolina no cérebro. A acetilkolina é um neurotransmissor importante no cérebro.
O nível decrescente de acetilcolina pode aumentar o impacto e desencadear o desenvolvimento da doença de Alzheimer. Tomar suplemento de Marapuama pode manter a função cerebral saudável e prevenir a doença de Alzheimer, que geralmente ocorre na velhice.

7. Combate a Diarreia:

A diarreia é um problema comum que ocorre no trato digestivo. As fezes aquosas em paciente com diarreia são causadas pelo problema no intestino grosso.

Durante o processo de defecação, o intestino grosso não consegue absorver a água das fezes e desencadear a diarreia. Muitos fatores podem causar diarreia, como infecção de bactérias e também alimentos picantes e azedos. Caso sinta diarreia, tomar o suplemento de Marapuama também pode ser eficaz.

8. Benefícios da Marapuama Contra a Fadiga:

Homens e mulheres de todas as idades, historicamente, começaram a usar as ervas para aumentar o desempenho físico, e a Marapuama não é exceção. No Brasil, a erva é considerada um tônico natural para o desempenho físico e atlético, e é frequentemente usada para combater a fadiga.

9. Melhora o Cérebro:

Um dos fatores que contribui, e muito, para um aumento da energia e do desejo sexual é manter uma mente sã. Estudos demonstram que animais pesquisados têm mostrado que o extrato de Marapuama pode melhorar a função cognitiva, muitas vezes em menos de duas semanas.



10. Combate o Estresse:

Pessoas que tem a responsabilidade de equilibrar vida familiar com a vida profissional geralmente sofrem como estresse constante. Muitos estudos mostram que o estresse pode afetar negativamente o sistema imunológico, o açúcar no sangue e os níveis de insulina.

Com isso, a Marapuama pode ser útil para reduzir a ansiedade, algo que pode diminuir significativamente o estresse emocional e mental.

11. Benefícios da Marapuama Contra o Câncer:

A Marapuama contém lignanas que são conhecidas como uma substância que não só pode aumentar o desejo sexual, mas também prevenir certos tipos de câncer, especialmente esse efeito em órgãos sexuais, como próstata, endométrio, ovário e câncer de mama.

12. Alivia a Dor de Estômago:
A Marapuama pode ser usado para tratar o estômago irritado que possui sinais de náuseas, vômitos, doenças matinais e outros desconfortos causados pelo estômago. Também é bom analgésico para pessoas que sofrem de dor de estômago.

13. Combate a Depressão:

Não é só no Brasil, a Marapuama também é bem conhecido na Alemanha como aliviador do sistema nervoso neural ou central. A suplementação da Marapuama pode aliviar a depressão nervosa e melhorar o bom humor em alguns pacientes deprimidos.

14. Benefícios da Marapuama Contra Síndromes Pré Menstruais:

A Marapuama pode ser usado para tratar a síndrome pré-menstrual, como balanço do humor, cólicas menstruais, fraqueza e etc. O benefício da planta no tratamento da síndrome pré-menstrual tem sido usado pelo brasileiro há muito tempo.

15. Aumenta a Libido:

Atualmente, fala-se na planta como uma espécie de “Viagra da Amazônia”, em função de seu histórico uso como estimulante sexual. Em especial, suas raízes e casca são as partes mais utilizadas na forma de chá, e produtos concentrados com seu extrato são cada vez mais comuns em farmácias.

A melhor parte é que sua funcionalidade é ampla. Utiliza-se a planta para a impotência sexual, a ejaculação precoce, a falta de libido, a frigidez e, até mesmo, para a promoção da fertilidade.

16. Melhora a Saúde do Coração:

Muitos especialistas em medicina natural indicam que todas as partes da árvore podem ser usadas como alimento e medicamento, mas se concentram principalmente na casca e raízes para fazer um chá usado para tratar reumatismo, fortalecer o coração, e promover a saúde intestinal.

Outros Benefícios da Marapuama Para Saúde:
Ajuda a melhorar a circulação sanguínea;
Estimular o bom funcionamento da memória;
Auxilia no tratamento de depressão;
Trata disfunções intestinais;
Reduz a impotência sexual;
Elimina a fraqueza;
Elimina os vermes que possam estar no organismo;
Diminui a celulite e o inchaço;
Reduz a queda de cabelo;
Auxilia no tratamento de artrose;
Evita e trata a disenteria;
Previne o aparecimento de gripes e resfriados;
Aumenta a energia do indivíduo;
Fortalece a musculatura;
Age contra a debilidade causada por algumas doenças;
Auxilia o tratamento de reumatismo.

Como Consumir a Marapuama:

Algumas das maneiras de como tomar a Marapuama englobam a compressa e a infusão de chá. Na primeira forma, o chá fresco da planta é aplicado diretamente sobre as áreas que se pretende estimular, lembrando que uma das funções dessa planta afrodisíaca é de melhorar a circulação sanguínea.



O chá em forma de infusão é outra maneira de se consumir a planta; deve-se colocar 2 colheres de sopa das cascas picadas em uma panela (essas cascas secas são encontradas em farmácias e lojas de produtos naturais), acrescentando 1 litro de água. Deixe ferver por 20 minutos, tape e deixe amornar. Quando a temperatura estiver boa para o consumo, coe e beba o chá de 2 a 3 vezes ao dia.

Contudo, a melhor maneira de se extrair todos os componentes ativos desta planta é por meio da fermentação. Se a procura pela Marapuama é para amenizar dores de garganta, a melhor maneira de utilizá-la é por meio do gargarejo.

Dessa maneira, é possível usufruir de todos os benefícios que a planta é capaz de oferecer.
Efeitos Colaterais da Marapuama:
Mesmo com tantos benefícios, a Marapuama não é indicada para grávidas, crianças, idosos e para pessoas com hipertensão e problemas cardíacos. Os efeitos colaterais que podem ser sentidos devido ao uso do arbusto são tremor das mãos, palpitações e ejaculação precoce.

Um blog para quem gosta de verde, plantas e jardins
Verde em FolhaO melhor é que a maioria dos alimentos listados são simples e bem acessíveis


O segredo para esquentar o clima entre um casal pode estar na alimentação. Há frutas, temperos e outros itens que podem fazer a diferença!

A ciência já provou que os alimentos afrodisíacos podem aumentar a libido. Veja 10 opções:

1. Melancia
Verde em Folha


É mais lembrada por ser refrescante, especialmente no verão. Mas a melancia contém um ingrediente que relaxa os vasos sanguíneos, com efeito semelhante ao de remédios como o “Viagra”.







2. Romã


Verde em FolhaUm estudo recente descobriu que o suco de romã aumenta significativamente o fluxo sanguíneo no organismo devido à alta intensidade de antioxidantes, causando um efeito positivo em homens com disfunção erétil.


3. Nozes

São ricas em zinco, mineral ligado à elevação e manutenção de bons níveis de testosterona em
Alimentos para aumentar sua libido
homens. Aumentar sua ingestão pode melhorar a saúde de várias maneiras, incluindo a vontade de fazer mais sexo.



4. Café

Verde em FolhaUm estudo descobriu que, para as mulheres, a ingestão de cafeína aumenta a vontade de ter relações sexuais. É um estimulante que aumenta o fluxo sanguíneo, então tomar um café pode ser uma boa dica para ter mais prazer.


5. Chocolate

 Não é totalmente considerado um afrodisíaco, mas, principalmente a versão
Verde em Folha
amarga, liberta dopamina, o hormônio do bem-estar, que melhora o humor e gera um desejo mais forte de fazer sexo. Mesmo que não seja uma conclusão segura, pelo menos é uma boa desculpa para comer mais chocolate.

6. Cravo
Verde em Folha


Os cravos-da-índia são um afrodisíaco poderoso. No passado, na Índia, eram adicionados a chás e refeições como tratamento para a falta de libido. Recentemente, estudos feitos com camundongos descobriram que ele aumenta a atividade sexual.


7. Ginseng

Pesquisas feitas com mulheres que tomaram suplementos de ginseng comprovaram um aumento definitivo da libido. Para 68% delas, a afirmação foi
Alimentos para aumentar sua libido
de que a vida sexual melhorou consideravelmente. A maneira mais fácil de consumir é tomando o chá de ginseng.

8. Açafrão

Estudos mostraram que, assim como o ginseng, o açafrão aumenta o desejo sexual, além de ajudar a melhorar o desempenho. Como é um tempero versátil, pode ser incluído
Alimentos para aumentar sua libido
em várias refeições.



9. Banana

Alimentos para aumentar sua libidoContém potássio e vitamina B o que garante mais energia. Também aumentam a produção de hormônios sexuais, especialmente nos homens. Isso ajuda a aumentar o desejo e melhorar o desempenho sexual.



10. Figo
Alimentos para aumentar sua libido


O consumo da fruta é bom para homens e para mulheres. Ela aumentam o nível de óxido nítrico no corpo, devido à grande quantidade de aminoácidos, e isso ajuda muito a manter as funções sexuais normais.

Então que tal incluir alguns desses itens no jantar romântico ou mesmo no lanche e apimentar a noite ainda mais? Ao consumi-los, a confiança aumenta e a mente fica mais ansiosa para ter relações sexuais.
Um blog para quem gosta de verde, plantas e jardins
Ervas aumentam apetite sexual feminino

Guaraná pode aumentar desejo sexual Guaraná pode aumentar desejo sexual Foto: Divulgação

Você sabia que uma colher de sobremesa de limão pode ajudar a incendiar a vida entre quatro paredes? E que um punhado de nozes pode ser suficiente para garantir uma noite inteira de paixão? Esses e outros produtos naturais têm propriedades afrodisíacas e, segundo especialistas, aumentam a libido — ou seja, a vontade de fazer sexo.

— Muitas ervas, raízes e sementes têm propriedades que despertam o desejo sexual. Essa é uma tradição milenar — afirma o fitoterapeuta Marcos Stern.

As nozes, por exemplo, já eram utilizadas em rituais de fertilidade desde os tempos do Império Romano, conta Stern. As sementes da pimenta de macaco também são consideradas afrodisíacas há cerca de três mil anos.

— Na maioria dos casos, as plantas aumentam o batimento cardíaco e a irrigação sanguínea, inclusive nos órgãos genitais, o que aumenta a libido — explica o especialista.

Procura feminina

Com o desgaste da rotina, além das mudanças hormonais e até de conflitos psicológicos, homens e mulheres podem perceber uma diminuição da libido.

— Os chás agem sobre a libido tanto de homens quanto de mulheres. 

Na relação das plantas que podem apimentar a vida a dois, ainda estão o guaraná (famoso por suas propriedades energizantes e estimulantes), o açafrão (que acelera o coração), e a baunilha (que tem um perfume considerado afrodisíaco).

Já famosos por sua ação, catuaba e ginseng funcionam mesmo para melhorar o desempenho nas relações sexuais, acrescenta o fitoterapeuta. Além de aumentar a fertilidade masculina e feminina, estas plantas estabilizam os hormônios femininos, colaborando com a melhoria da libido.

Menos conhecido por essa propriedade, o limão também pode ser um ótimo aliado para quem quer esquentar o relacionamento.

— O limão tem centenas de princípios que ajudam inclusive nessa área. Basta acrescentar uma colher de sobremesa nos chás — orienta Stern.

Se mesmo recorrendo à ajuda da natureza, porém, a falta de desejo sexual não cessar, é importante procurar (e tratar) as causas que levaram ao problema. Pode ser a hora de buscar a ajuda de um médico ou psicólogo.

Veja algumas receitas

Sementes de guaraná

Pegue duas ou três colheres de sopa das sementes trituradas do guaraná e ferva durante 15 minutos em três copos de

água filtrada. Deixe a panela sempre tampada. Coe em seguida. Beber de três a quatro xícaras de chá ao dia.

Folha de damiana e limão

Pegue três colheres de sopa das folhas de damiana e deixe em contato com três copos de água fervendo por 20 minutos. Coe. Beber três xícaras ao dia, adicionando limão. A damiana pode ser substituída por manjerona.

Canela em bastão

Pegue duas colheres de sopa da canela em bastão bem picada e ferva em três copos de água filtrada. Não deixe mais do que dez minutos. Coe em seguida. Beber uma xícara de chá três vezes ao dia. A canela possui um aroma que desperta a libido.
Um blog para quem gosta de verde, plantas e jardins

Remédios Caseiros para Impotência Sexual

O chá de alecrim, com chapéu de couro e catuaba ou o xarope natural preparado com mel, guaraná e ginseng são alguns exemplos de excelentes remédios caseiros e naturais que podem ser usado para tratar a impotência sexual masculina. Conheça as principais causas e como é feito o tratamento da impotência sexual lendo abaixo.

Este problema surge geralmente em homens entre os 50 e os 80 anos de idade e a ansiedade, depressão ou a perda de libido e de desejo sexual são algumas das causas que levam ao surgimento da impotência. Conheça outras causas em Principais Causas da Impotência Sexual. Na maioria dos casos, o que geralmente acontece é que a ereção não acontece ou se acontece ela não é suficientemente rígida para permitir a penetração e uma relação sexual satisfatória. 

Aprenda a reconhecer se é impotência em Como Identificar se é Impotência Sexual. Assim, alguns remédios naturais incluem: 

1. Chá de alecrim, com Chapéu de couro e Catuaba

Este chá é composto por plantas medicinais com propriedades afrodisíacas, que estimulam e a aumentam a líbido, e pode ser preparado do seguinte modo: 
Ingredientes:
100 gramas de Alecrim;
100 gramas de Chapéu-de-couro;
100 gramas de Catuaba.
5 Remédios Caseiros para Impotência Sexual
Modo de Preparo: 
Faça uma mistura com as ervas secas e prepare o chá usando 20 g da mistura. Para preparar o chá, em uma panela colocar 20 gramas da mistura e adicionar 1 litro de água fervente.
Tampar deixar repousar durante 15 minutos antes de servir. 
Este chá deve ser bebido 4 vezes por dia durante 7 dias, respeitando sempre todas as quantidades referidas pois embora esta seja uma opção natural, estas plantas acabam sempre estimulam o organismo. 

2. Chá com cascas de Marapuama

O chá com Marapuama melhora a circulação sanguínea e aumenta tanto o desejo sexual como a líbido, sendo por isso uma ótima opção para ajudar no tratamento da impotência sexual. Para preparar esse chá vai precisar de:
Ingredientes:
2 colheres de sopa de cascas de Marapuama;
1 litro de água. 

Modo de Preparo: 
Colocar as cascas de Marapuama em uma panela com 1 litro de água e deixar ferver durante 20 minutos.
Passado esse tempo, desligue o fogo, tampe e deixe repousar durante aproximadamente 30 minutos ate amornar e coar antes de servir. 
Este chá deve ser bebido 3 a 4 vezes por dia, todos os dias até querer ou até que sejam verificadas melhoras. 

3. Chá de Tribulus terrestris

Este chá possuí propriedades que aumentam a produção de testosterona, sendo por isso muito utilizado no no tratamento de impotência e além disso aumenta o desejo e apetite sexual. Para preparar este chá precisa de: 
Ingredientes:
2 colheres de chá de folhas secas de Tribulus terrestris;
500 ml de água fervente.
Tribulus Terrestris para aumentar o apetite sexual
Modo de Preparo:
Em uma xícara colocar as folhas secas e adicionar os 500 ml de água fervente, deixando repousar durante 10 minutos.
Coar sempre antes de beber. 
Este chá deve ser bebido 2 vezes por dia, todos os dias até querer ou até que sejam verificadas melhoras.

4. Chá de raízes de Catuaba 

Esta planta medicinal é ótima para aumentar a líbido, melhorando o desempenho sexual masculino. Para preparar esse chá precisa de: 
Ingredientes:
40 gramas de raízes de Catuaba;
750 ml de água. 
Catuaba para melhorar a libido e o desempenho sexual
Modo de Preparo:
Em uma panela coloque a água e quando estiver fervendo adicione as raizes da planta e deixe ferver durante 10 minutos.
Retirar do fogo, tampar e deixar repousar durante 15 minutos, coando sempre antes de beber. 
Este chá deve ser tomado 3 vezes por dia, todos os dias até querer ou até que sinta melhoras. 

5. Xarope caseiro com Mel, Guaraná e Ginseng
Este xarope caseiro possuí propriedades energéticas, estimulantes e fortificantes que ajudam a ter mais disposição durante a relação sexual, além de melhorar a circulação sanguínea o que potencia a ereção pênis. Para preparar este xarope precisa de: 
Ingredientes:
1 xícara e meia de mel de abelhas;
1 colher de guaraná em pó;
1 colher de folhas de hortelã;
1 colher de ginseng em pó.

5 Remédios Caseiros para Impotência Sexual

Modo de Preparo:
Em um recipiente de vidro escurecido com tampa adicione todos os ingredientes e misture bem com uma colher até obter uma mistura homogênea. 
Deve tomar 1 colher de sopa desse xarope todas as manhãs, sempre que quiser ou sentir necessidade. Este xarope é no entanto contraindicado para hipertensos, gestantes, diabéticos e durante o período de amamentação. 

Além das opções naturais referidas, existem Sucos com propriedades afrodisíacas e outras plantas medicinais como a Yohimbe, que podem ser usadas no tratamento deste problema. Conheça outras opções em Chás e Plantas Medicinais para a Impotência Sexual e veja como adequar a alimentação com alimentos afrodisíacos no vídeo a seguir.

A impotência sexual pode ser tratada com remédios como viagra ou Cialis, terapia de reposição com hormônios ou com uso de aparelhos de vácuo, podendo em casos mais graves recomendada a implantação de próteses no pênis. Veja que remédios podem ser receitados pelo médico em Remédio para impotência sexual. Além disso, em alguns casos o aconselhamento com um psicologo ou psiquiatra e a realização de terapia de casal e psicoterapia são também muito importantes, pois ajudam tratar outros problemas, medos e inseguranças que possam existir. 
Um blog para quem gosta de verde, plantas e jardins
Paullinia cupana  o guaraná
Conheça os melhores benefícios da Paullinia cupana à saúde

Se você está se sentindo fraco e sem disposição, talvez seja uma boa experimentar consumir a Paullinia cupana, uma planta que faz maravilhas para dar energia ao organismo. Mais conhecida como guaraná, ela é muito na Amazônia, e produz frutos pequenos, redondos, brilhantes, de cor vermelha.

Cupana
O guaraná proporciona mais benefícios além de seu poder energizante. Foto: iStock, Getty Images
Saiba mais sobre a Paullinia cupana

Esta planta contém quase duas vezes mais cafeína do que o café – por isso, é muito benéfica para diversas condições de saúde, que diminuem a disposição e a energia. Além disso, a Paullinia cupana contém fitoquímicos como teobromina, saponinas, taninos e catequinas.

Os fitoquímicos são poderosos antioxidantes que ajudam a prevenir, diminuir ou parar muitas doenças. A teobromina, por exemplo, é um ingrediente que ajuda a queimar gordura, além de agir como um purificador do cólon, aliviando os sintomas de doenças inflamatórias intestinais.

Ela também serve como um diurético, para tratar infecções do trato urinário, diarreia, dor menstrual e dor de cabeça. A cupana ainda relaxa os músculos lisos dos brônquios, reduz a ansiedade, protege os neurônios e estimula o desejo sexual em ambos os sexos. Veja como fazer remédios caseiros usando esta maravilha da natureza.

Como melhorar a energia

Um dos benefícios mais poderosos do guaraná é o seu efeito energizante. A planta possui efeitos de cafeína ainda mais elevados do que o café. Por isso, é mais eficaz do que o café com relação ao seu poder de energizar.

A planta estimula diretamente o sistema nervoso central e pode ser tomada em pequenas doses para combater a fadiga e aumentar os níveis de atividade. Se você quer melhorar a sua energia usando a cupana, basta usar algum tipo de suplemento ou sua versão em pó. Essas duas opções podem ser encontradas em lojas de produtos naturais e deverão ser tomadas segundo as orientações do rótulo.

 Perder peso

O guaraná tem sido usado há séculos para fazer chás que suprimem a fome para a perda de peso. A planta é usada até hoje em certas bebidas energéticas e suplementos de perda de peso.

Por isso, pode induzir o sistema nervoso ao processo de lipólise. Este processo envolve a libertação de gordura na corrente sanguínea, onde é utilizada como energia durante o exercício. Para isso, basta usar uma colher de pó de guaraná em um copo de água e ferver por alguns minutos. Beba a mistura diariamente.

Problemas digestivos

Além de seus efeitos de perda de peso e energizantes, a cupana também oferece uma série de benefícios médicos para o corpo, inclusive para problemas digestivos. Esta planta incentiva o movimento dos intestinos – um efeito benéfico para as pessoas que sofrem de constipação.

Além disso, é eficaz para o tratamento de outras complicações do intestino, incluindo gases e diarreia, pois ajuda a desintoxicar e limpar o sistema. Para isso, basta tomar o chá de guaraná – mas se o seu problema for constante, procure suplementos que devem ser ingeridos diariamente.

Afrodisíaco
Paullinia cupana  o guaraná


A planta é maravilhosa para estimular o corpo sem os efeitos colaterais da cafeína ou álcool. Por isso, é uma boa escolha para deixar você no clima para o amor. O guaraná é conhecido por aumentar a resistência física, por isso, pode ser usado sem medo como um afrodisíaco. Para isso, basta adicionar uma colher de pó de guaraná e a um copo de água e beber a mistura.
Um blog para quem gosta de verde, plantas e jardins
Alfazema 

Estas plantas têm um aroma intenso e penetrante.

Devido às suas características picantes e estimulantes, umas mais que outras, quando ingeridas produziam uma sensação nova mas agradável de euforia que induzia o desejo amoroso. Por essa razão foram consideradas afrodisíacas e proibidas noutros tempos.

Hoje em dia a sua utilização é comum e essencial para a cozinha de todas as regiões do mundo e as suas propriedades afrodisíacas, muitas por sugestão, já não assustam mas até agradam.

No campo ou num jardim perfumam o ar com os seus aromas profundos. Adicionadas aos cozinhados e saladas activam o sabor dos ingredientes e tornam os pratos mais interessantes e exóticos. Em chás, infusões, banhos e óleos as suas propriedades terapêuticas e estimulantes são libertadas proporcionando uma sensação de bem-estar físico.

Açafrão - Especiaria estimulante utilizada em pó de cor amarela ou vermelha. Na Ásia é empregada para tingir tecidos. Adiciona-se ao arroz e ao marisco para dar uma cor amarela e um sabor delicioso.

Alfazema – planta de aroma muito agradável, afrodisíaca cujas sementes são utilizadas para perfumes e sabonetes. As sementes adicionadas à sopa realçam o seu sabor, mas devem ser retiradas antes de servir.

Anis – Tem um sabor forte e interessante. Quem não gosta, não gosta mesmo. As sementes são utilizadas para xaropes, bolos e licores. O licor de anis era utilizado para estimular sexualmente.

Baunilha – o extracto de baunilha serve para bolos, gelados, café e chocolate. Tem um sabor e cheiro doce e quente e há quem goste de perfumar o corpo ou a roupa com a sua essência.

Canela – Ligeiramente picante e agradável, a canela é utilizada em pó ou em pau para doces, cafés, chás e no caril. Chá de canela é bom para as dores de menstruação.

Cravinho – Especiaria perfumada e picante que alivia a dor e é utilizada na Ásia e América do Sul para dar um toque mais exótico aos cozinhados.

Gengibre – Raiz de sabor forte e perfumado que induzia amantes. Pode ser consumida em pó nos bolos e cozinhados exóticos. Em chá ou mesmo fresco, como na cozinha japonesa, serve como digestivo.

Hortelã – planta silvestre de sabor fresco a menta óptimo para bebidas e chás e para temperar carnes e sopas. Nalguns países árabes e do Norte de África serve-se num chá açucarado. Na idade média servia para estimular cavalos.

Louro – uma ou duas folhas acrescenta um sabor mais interessante aos pratos de carne, em particular borrego. Para os Romanos o louro era considerado um símbolo de virilidade e os soldados usavam-no em coroas.

Manjericão – Com um aroma suave e delicioso as folhas podem se utilizadas em saladas, especialmente com tomate. Existem cultos muito antigos relacionados à paixão e fertilidade e ainda hoje em Portugal existe a tradição das raparigas solteiras porem um manjerico (que tem folhas mais pequenas) à janela no dia de Santo António.

Orégão – Perfumado e intenso é ingrediente essencial na cozinha mediterrânica pois intensifica o sabor de carnes e legumes. Tem características sensuais especialmente quando misturada com a água do banho.

Pimenta – estimulante natural, que aquece e provoca ligeira euforia. Acrescenta sabor e picante a quase todos os pratos e quando cheirado dá comichão no nariz e vontade de espirrar.

Salsa – fresca de sabor e cheiro, pode-se comer fresca ou adicionar a cozinhados de carnes ou alguns legumes juntamente com alho. Combina muito bem com cogumelos. Tem umas folhas suaves que são ideais para cócegas e carícias. Antigamente era associada a bruxarias.

Salva – as folhas são utilizadas para temperar carnes de sabor forte. Fresco ou seco tem um cheiro e sabor intenso e interessante. Na Grécia antiga acreditavam que um chá de salva aumentava a fertilidade. As suas folhas secas penduradas afastam insectos.

Tomilho – um ótimo tempero para carnes e para o azeite. Tem um cheirinho fresco e estimulante mas é ligeiramente amargo de sabor. Também se pode beber em chá e é bom para a tosse.
Um blog para quem gosta de verde, plantas e jardins
Verde em Folha
Conhecida também pelos nomes de erva-moura, maria-preta, aguarágua, aguaraquiá, aguaraquiá-açú, araxixu, caaxixá, carachichu, caraxiocu, caraxixá, caraxixu, erva-de-bicho, erva-mocó, guaraquim, guaraquinha, pimenta-de-cachorro, pimenta-de-galinha, pimenta-de-rato, sué e erva-de-santa-maria, a maria pretinha é classificada como uma planta medicinal.

O que é?

Solanum americanum ou maria pretinha trata-se de uma planta originária do continente americano, que pode ser encontrada nos Estados Unidos, no Peru e no Paraguai, além de ser comum no Brasil. Acredita-se que ela seja nativa do Havaí ou que tenha sido introduzida no local por povos polinésios.
Ela é utilizada como planta medicinal em localidades como Camarões, Quênia, Panamá, Serra Leoa, Tanzânia e no Havaí, nos Estados Unidos.

Propriedades da maria pretinha:

A planta medicinal é conhecida pelas seguintes propriedades:
Antiespasmódica;
Sedativa;
Expectorante;
Analgésica;
Diurética;
Depurativa;
Emoliente (que amacia, suaviza ou flexibiliza a pele);
Cicatrizante;
Antirreumática;
Diaforética (que provoca o suor, sudorífica);
Antiartrítica;
Anti-hipertensiva;
Aperiente (que atua como um estimulante do apetite);
Calmante;
Anti-inflamatória;
Febrífuga;
Mineralizante;
Reconstituinte;
Afrodisíaca.

Para que serve? Os benefícios da maria pretinha

A planta está associada as seguintes benefícios:
Efeito depurativo: isso significa que ela atua como um desintoxicante, contribuindo com a eliminação de toxinas encontradas e acumuladas no organismo.
Combate ao inchaço: por possuir propriedades diuréticas, a maria pretinha combate o inchaço causado pela retenção de líquido. A planta estimula a eliminação de excesso de líquido por meio da urina. Entretanto, é importante não exagerar no consumo e beber bastante água, para não eliminar mais líquido que o necessário e sofrer o risco de ter uma desidratação.
Vida sexual: a planta medicinal possui propriedades afrodisíacas, ou seja, atua como um estimulante sexual.
Auxílio no tratamento de doenças: o consumo de maria pretinha pode colaborar com o tratamento de asma, amigdalite, anemia, cirrose, cólicas, diarreia, escorbuto (deficiência de vitamina C), gastrite, meningite, malária, úlcera gástrica, terror noturno, excitação nervosa, afecção urinária, gastralgia (dor nervosa ou cãibra do estômago), crises hepáticas, espasmos da bexiga, distúrbios digestivos, hemorroidas e distúrbios ginecológicos.
Aplicação na pele: por meio de seu uso externo, a planta pode auxiliar no tratamento de condições como inflamações, áreas intumescidas (dilatadas)/irritadas/doloridas, dartros (crostas ou esfoliações), furúnculo, queimaduras, panarício (inflamação desenvolvida ao redor das unhas das mãos ou dos pés), queimaduras, psoríase, eczema, abcesso, acne, dermatite, erisipela (infecção na camada superficial da pele, que causa feridas vermelhas, inflamadas e dolorosas), escrófulas (infecção nos gânglios linfáticos do pescoço), erupção cutânea, leucorreia (corrimento vaginal), pústulas (aparecimento de bolhinhas, acompanhadas de pus, na pele), micose (tinha) e vaginite. A aplicação externa das folhas de maria pretinha ainda ajuda a tratar pano branco, feridas e úlceras.
Fonte de nutrientes: as folhas da planta são compostas por nutrientes como proteínas, manganês, fósforo, ferro e boro.
Ajuda a dormir: quem possui problemas para dormir pode se beneficiar ao utilizar a erva-moura graças ao seu efeito calmante.
Alívio a dor: por possuir propriedades analgésicas, a planta medicinal pode contribuir com a amenização da dor.
Aumento do peso: pessoas que sofrem com dificuldades para engordar e encontram-se abaixo do peso ideal também podem obter vantagens com a maria pretinha. Isso porque ela possui propriedades aperientes, ou seja, de estimular o apetite. 
Como fazer chá de maria pretinha
Ingredientes: 

1 colher de chá cheia de folhas de maria pretinha;
1 xícara de água.
Modo de preparo:
Colocar a água em uma panela e levar ao fogão para ferver.
Adicionar a maria pretinha na água fervente. Tampar e desligar o fogo. Deixar descansar durante 10 a 15 minutos ou até o chá atingir uma temperatura confortável para o consumo.
Para crianças até 10 anos de idade, a quantidade de maria pretinha utilizada na preparação do chá deve ser menor. Para os pequenos até um ano, a bebida deve ser feita com ½ colher de café rasa de erva triturada em 50 ml de água fervente. 
Para as crianças de dois a cinco anos, a receita consiste em uma colher de café cheia para 100 ml de água fervente. Para aquelas que têm entre 6 a 10 anos, já é permitido preparar o chá com uma colher de chá rasa e uma xícara de água fervente.
Os frutos maduros da planta ainda podem ser utilizados no preparo de receitas de geleias, mousses, sorvetes e recheios ou coberturas de bolos e tortas. Suas folhas ainda podem ser cozidas e acompanhar receitas de ovo frito.

Cuidados com a maria pretinha 

A planta fresca e as sementes verdes da maria pretinha não devem ser consumidas internamente. A ingestão exagerada de sua folhagem fresca ou dos frutos verdes podem trazer problemas como irritação gástrica, enjoo, vômitos, dor de cabeça e midríase (dilatação da pupila).

Ela não deve ser consumida por mulheres gestantes ou em processo de amamentação de seus bebês. Para se certificar de que não possui alergia à erva-moura, aplique uma pequena quantidade do produto na pele, perto da região do pulso. Caso experimente erupções ou observe um avermelhamento em sua pele, não faça uso da maria pretinha.

Antes de utilizar a planta medicinal no tratamento de qualquer uma das doenças ou condições de saúde que listamos nos benefícios da maria pretinha, é fundamental que você consulte seu médico de confiança.

Como enfatizamos, ela serve como auxiliar, no entanto, não pode ser considerada um método exclusivo de tratamento para esses problemas. Assim, além de utilizar a erva-moura também é de suma importância seguir as indicações do tratamento recomendadas pelo médico.
Caso utilize algum tipo de medicamento, também é essencial consultar o médico de confiança para se certificar de que o consumo da maria pretinha não causará algum tipo de interação maléfica.