Erva-de-rato - planta perigosaA erva-de-rato (Paulicourea marcgravii Hill), também conhecida como erva-de-rato-verdadeira, erva-de-rato-da-mata, café bravo ou cafezinho é uma rubiácea, como café. 

Devido à confusões na sua identificação, muitas outras plantas são, também, mas erroneamente, chamadas de erva-de-rato. A erva-de-rato verdadeira é encontrada em capoeiras, matas, derrubadas novas, tanto em serras quanto em baixadas. 

Arbusto de até 3m de altura, caule lenhoso e nodoso, folhas opostas lanceoladas, variando de coloração e de tamanho. As flores ficam nas pontas dos galhos, são tubulosas com a parte superior azulada ou roxo escuro e a inferior amarelada, além das panículas alaranjadas ou avermelhadas. 

Produz pequenas bagas de 6 a 7mm, arredondadas e avermelhadas, quando novas, mas que vão enegrecendo. Devemos arrancá-las pois, somente roçando, ela rebrota. 

Todas as suas partes são tóxicas e ingerindo 0,8g por kg de peso vivo, o animal cai, de repente, ao solo e morre em mais ou menos 2 horas. 

A intoxicação pela erva-de-rato apresenta-se sob a forma superaguda e os seus sintomas aparecem poucas horas após a sua ingestão: após cair no chão, o animal morre de morte súbita, em poucos minutos. Antes de cair, às vezes, ele apresenta respiração ofegante, tremores musculares e desequilíbrio do trem posterior. A morte pode ser precipitada, quando o animal é obrigado a fazer exercícios. 

O diagnóstico é feito, principalmente, pela necropsia e depois pelo exame microscópico para comprovar lesões nos rins. Não há tratamento, sendo melhor evitar o contato dos animais e seres humanos com a erva.
Axact

Magal

Um Blog para os apaixonadas por plantas, paisagismo, jardins e a natureza. Seja bem-vinda(o). Deixe seus comentários.

Post A Comment:

0 comments:

Gostou, tem sugestões? Escreva-nos