Cipo-capador.
O caule e as folhas são remédio enérgico contra as orquites e inflamações em geral, também recomendados no tratamento das úlceras crônicas; a paina (filamentos) que envolve as sementes é muito aveludada e de valor para a indústria de colchoaria. É espécie trepadeira que, além de sua beleza é medicinal e cuja cultura se torna necessária e importante. 

Foi introduzida na Europa há quase um século como planta ornamental, porém, de uns anos a esta parte deixaram de cultivá-la, substituindo-a por outras espécies do mesmo gênero, também brasileira, por terem se aclimatado com maior facilidade à vida nas estufas. 

No Brasil, sua produção é muito grande nos Estados de Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Em Minas Gerais conhecem-na como capa-homem ou cipó-de-mucuna. 

Aliás, esta denominação está errada, de vez que pertence a várias legumi-nosas Papilionáceas; outros nomes pelos quais é conhecida: cipó-de-paina, cipó-santo, erva-santa, joão-da-costa, paina-de–penas, etc. etc. Na vizinha nação Argentina também essa planta é cultivada e recebe o nome de Gomero Enredadera.
Axact

Magal

Um Blog para os apaixonadas por plantas, paisagismo, jardins e a natureza. Seja bem-vinda(o). Deixe seus comentários.

Post A Comment:

0 comments:

Gostou, tem sugestões? Escreva-nos