Select Menu

Capa

Bromélias

Jardins

Flores

Ervas

Orquídeas

Suculentas

Paisagismo

» » Jardins de Apartamento
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Hoje em dia, especialmente nos grandes centros urbanos, morar em apartamento é cada vez mais comum. Muito mais prático, cômodo e seguro, habitar esses pequenos espaços tem também algumas desvantagens.

Talvez a principal delas seja a dificuldade de manter plantas e jardins saudáveis e bonitos em espaços geralmente pequenos e mal iluminados.

Decoradores especializados em jardim e paisagistas são cada vez mais solicitados por aqueles que desejam aliar as facilidades dos apartamentos a um visual mais verde e natural. A esses profissionais, cabe a tarefa de selecionar as espécies mais adequadas, montar os jardins e dar orientações sobre os principais cuidados.

As trepadeiras estão entre as preferidas para decorar apartamentos. Existem várias espécies, muitas com flores inclusive, que podem ser adaptadas a esses espaços, precisando apenas de alguns cuidados especiais.

É importante estar atento às condições de luz e ao espaço disponível. Além disso, algumas espécies de trepadeira, com caules muito compridos e frágeis podem precisar de algum tipo de apoio ou suporte para crescer e se sustentar. Isso pode ser feito com a ajuda arames, telas, arcos ou treliças.

Muitas espécies, como a madressilva, podem ser mantidas facilmente em terraços ou varandas de apartamentos. Elas se sustentam em qualquer apoio, se enroscando nele até o alto para então cair em ramos, que causam um efeito muito bonito, especialmente se forem floridos.

Outras, como a alamanda, de longos caules precisam de um espaço maior, mas também podem trazer um visual interessante.

Alguns dos tipos mais comuns em apartamentos não são na verdade trepadeiras, e sim "arbustos escandentes", como é o caso da primavera, ou bouganvillea, que crescem até um determinado momento e depois tombam em belos cachos floridos.

Reunimos algumas sugestões para áreas sombreadas

Jibóia (Scindapsus Aureum)

Não requer muitos cuidados especiais e se adapta bem a ambientes de pouca luminosidade. Mesmo assim requer regas moderadas e suporte para os caules em alguns casos.

Costela-de-Adão (Monstera Deliciosa)

Cresce rápido e suporta sombra e variações de temperatura. Também não precisa de muitos cuidados, mas é recomendado conduzir os caules por uma estaca coberta de musgo. Além disso, apenas regas moderadas, aplicação de fertilizantes e limpeza das folhas mais velhas.

Filodendro (Philodendron sp.)

Cresce rápido e não requer medidas especiais. Sobrevive bem à sombra mas não é muito resistente a correntes de ar e ventos fortes.

E outras para jardim de coberturas

Brinco-de-Princesa (Fuchsia sp.)

Se adapta bem a locais com sol direto, se for por poucas horas diárias. Entretanto é necessário protege-la de ventos fortes. Pode ser plantada de forma pendente ou direcionada para subir.

Alamanda (Allamanda Cathartica)

Não floresce bem na sombra. Para se manter em um formato bonito, precisa de espaço para se desenvolver e de um suporte que direcione seu crescimento.

Ipoméia( Ipomea)

É a planta ideal para terraços e coberturas por conviver bem com sol intenso e ventos fortes, condições em que produz flores em formato de trombeta. Pode causar um efeito bonito se apoiada em treliças.

É importante lembrar que em jardins de cobertura, o sol forte e a livre incidência de ventos pode ressecar o solo e as plantas. Por isso, deve-se dar muita atenção a cuidados com as regas e a adubação.

About Jorge Magalhães

Economista, Blogueiro, e amante de plantas, como bromélias, orquídeas, hortas e jardins"Biographical Info" field in the user admin panel.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário