Select Menu

Capa

Bromélias

Jardins

Flores

Ervas

Orquídeas

Suculentas

Paisagismo

» »Unlabelled » Maracujá
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga


O maracuja é uma fruta nova que se tem tornado popular entre muitos
agricultores ao redor do mundo nos últimos anos. O maracujá cresce
rapidamente e a sua fruta é gostosa e refrescante. Ao contrário de
algumas frutas, o maracujá é fácil de ser transportado para os
mercados. Ele também pode ser processado para fazer suco. Tem crescido
o interesse em exportá-lo para a Europa, onde o maracujá está ficando
famoso como uma fruta de luxo. O maracujá com frequência cresce bem
sobre as árvores mas poucas pessoas conhecem os melhores métodos de
cultivo para produzir grandes quantidades de fruta.

Variedades



O nome vem da flor que se parece com a coroa de espinhos de Cristo e
os cravos que foram colocados nele na cruz. O maracujá roxo cresce bem
em grandes altitudes. A fruta amarela é melhor conhecida como
passiflora. Esta variedade produz frutas maiores e em maiores
quantidades mas com um gosto mais ácido. Ela cresce melhor em regiões
quentes e de pequena altitude. Podese obter muito sucesso ao enxertar o
maracujá roxo na haste do maracujá amarelo.



Os reprodutores de plantas continuam a produzir novas espécies híbridas,
apesar de que estas não se assemelharão à planta original e por isto
só podem ser reproduzidas através de enxertos. As plantas híbridas às
vezes também precisam de ajuda com a polinização das suas flores.



Doenças



A maioria das doenças resultam de ferimentos. Ás vezes as doenças
podem ser controladas cortando-se as partes infectadas.



Crie uma reputação!



O maracujá é barato e fácil de ser cultivado. A construção da
trepadeira é o maior esforço ou gasto, mas se esta for bem feita, ela
durará muitos anos. Se você tiver desejo de cultivar maracujá, vale a
pena consultar outras pessoas para pedir conselhos sobre a melhor
variedade e investir na compra de uma ou duas plantas de excelente
qualidade. Dentro de um ou dois anos você poderá ter centenas de novas
plantas nascidas das sementes das suas plantas originais. Obviamente,
você também poderá visitar um mercado, selecionar boas frutas e
plantar as sementes.



Por que parar por aqui? Continue a experimentar com variedades
diferentes e tente fazer enxertos em uma pequena escala. Se você tiver
êxito, você poderá vender plantas enxertadas e criar uma reputação.
Considere criar uma cooperativa e encontrar um mercado regular para
vender as suas culturas – talvez para uma fábrica da região que
produza suco.



Cultivo de mudas



Mudas podem ser cultivados em canteiros abertos mas eles crescem
muito melhor em recipientes pequenos – geralmente tubos plásticos,
apesar de que latas, caixas de leite e folhas de bananeira também podem
ser bons recipientes. Os recipientes devem ter 10cm de diâmetro e 20cm
de comprimento. Encha-os com solo de boa qualidade e plante várias
sementes novas em cada um. Regue regularmente e cubra com matéria
vegetal até à germinação. Deixe dois ou três mudas crescerem em
cada recipiente. Plante os mudas quando eles tiverem 8–10 semanas.



Os renovos de rebentos sadios podem ser tirados com uma lâmina
afiada. Os renovos devem ser tirados com aproximadamente 15cm de
comprimento com dois ou três nódulos de folhas. Corte a folha inferior
junto ao nódulo. Plante renovos cortados firmemente (com cerca de 5cm
de profundidade) em recipientes mantidos na sombra e mantenha-os bem
aguados durante um mês. Eles poderão então ser retirados da sombra.



A técnica de enxerto usa mudas fortes de passiflora com 20–30 cm
de altura. Corte a muda, deixando uma cepa de 10cm de altura e faça um
corte de 3cm na parte superior. Coloque um rebento em forma de cunha
dentro dela, o qual deve ser de boa qualidade e de uma variedade de alta
produção. Cubra o enxerto com fita plástica (corte um saco plástico
velho) e mantenha-o na sombra, regando-o bem durante um mês. Tire-o da
sombra e deixe-o crescer durante um ou dois meses mais antes de plantá-lo.



Como enxerter um rebento numa planta passiflora












Direcionamento de plantas jovens



O maracujá cresce bem sobre trepadeiras por estarem bem apoiadas e
plantadas com uma distância de 3m umas das outras e com 2m entre as
fileiras. A princípio, as plantas são direcionadas para cima das
estacas para produzir o que chamamos de líderes. Permita que dois
galhos fortes cresçam e remova todos os outros galhos regularmente.
Enquanto os galhos estiverem crescendo, construa a trepadeira (veja
abaixo).













Após os galhos alcançarem os arames, deve-se deixar que cresçam ao
longo dos mesmos. Galhos secundários se formarão e ficarão
pendurados, formando cortinas de galhos. Evite que estes galhos secundários
se enrosquem muito, o que poderá facilitar as doenças.



A planta poderá ficar doente mais facilmente se estiver
enroscada desta maneira














Corte os galhos antes que alcancem o chão, para evitar doenças.
Nunca coloque galhos que estiveram se alastrando pelo chão sobre o
arame. Durante as estações, corte regularmente os galhos secundários
mais fracos ou com doenças – mas nunca corte os galhos líderes. Pode
os galhos que terminaram de produzir frutos.













Colheita



As plantas começarão a produzir frutos entre 8–20 meses depois de
terem sido plantadas para fora do recipiente. As frutas são produzidas
durante todo o ano mas geralmente há períodos de colheitas maiores. As
plantas produzem durante 3–6 anos. Geralmente as plantas com maior
produção morrem primeiro. Quando maduras, as frutas caem ao chão, de
onde podem ser apanhadas. O chão deve estar livre de ervas daninhas,
apesar de que uma cobertura de plantas rasteiras pode ajudar a evitar
que as frutas se estraguem. As raízes do pé de maracujá cobrem uma área
bem ampla – até 6m de diâmetro – e frequentemente estão bem próximos
à superfície da terra. Podem ser causados danos até mesmo por
pequenas escavações. O cultivo de plantas rasteiras para cobrir o solo
tais como ervilha de vaca (macunde), grama (relva) ou lablab pode ser a
melhor soluçao.



É sempre melhor deixar que as frutas maduras caiam ao solo. O suco
das frutas apanhadas é menos doce, a qualidade é menor e podem ser
causar danos na planta, o que podem causar doenças.











Construção da trepadeira



É comum ver trepadeiras que caem ao chão devido ao dano causado por
cupins depois de um ou dois anos. Use madeiras boas e fortes que sejam
à prova de cupins ou tratadas com preservantes.














O ideal é usar estacas com 20cm de diâmetro e 2,6–2,8m de
comprimento. Enterre 60cm das estacas no chão e coloque arame de cerca
sobre elas. Há várias maneiras de segurar o arame, as fileiras ou
estacas em posição erecta. Coloque as estacas a cada 6m com dois
galhos líderes entre elas.










































About Jorge Magalhães

Economista, Blogueiro, e amante de plantas, como bromélias, orquídeas, hortas e jardins"Biographical Info" field in the user admin panel.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário